Image and video hosting by TinyPic

5 de abril de 2011

A FLOR

A flor que brotou,
destaca-se em cor
na lama que desmoronou do abismo
dos egos eloquentes,
não surpreendentemente, obscurecidos por seu poder.
A flor escondida no botão
ao ver tanta tristeza, sorriu abrindo suas pétalas
a quem já tinha perdido a fé,
a quem tinha derramado seu pranto,
a quem teve a coragem de brigar com Deus e com os Homens.
A flor veio intensa como as águas
mostrando a força de sua natureza frágil.
E a flor provou que existe esperança,
mesmo longínqua, e que é preciso lutar,
que é preciso resistir à dor.
A flor me disse para levantar a bandeira e seguir em frente!

( Foto: flor que brotou no dia seguinte da inundação )

2 comentários:

Alexsandro Menegueli disse...

Muito bom,essa flor é tão gigantesca quanto as sequóias que infiltram-se nas nuvens...A esperança nunca se rende,levanta-se sempre e com o escudo e espada em mãos,segue adiante pelos novos caminhos...Parabéns pelo blog e to participando ok.Abraço e me visite:
http://alexmenegueli.blogspot.com.br/

Marcia Bispo do Nascimento disse...

Obrigada Alessandro! Seja muito bem vindo!!

Postar um comentário

Porque os sonhos nunca acabam...